quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Petit Dejeuner aux escargots


Ingredientes

1 Pão de Ló
40cl de leite ordenhado na hora
5cl de gosma de caracoleta
Tabasco q.b.
Farinha para bolos q.b.
8 mirtilos

Fazendo jus ao ditado popular "Leite gamado é mais engraçado", dirija-se a um pasto alheio a altas horas da madrugada. Procure uma vaca adormecida e comece a furtar-lhe leite das tetas pressionando-as com os dedos polegar e indicador num movimento contínuo. Encha pelo menos duas garrafas de 20cl de leitinho (e se o fizer sem antes levar três coices nos cornos, é o meu heroi!)
Finda a tarefa, vá para casa em passo de corrida.
Verta o leite para um púcaro e bote-o ao lume até levantar fervura, entornando-o de seguida para cima de finas fatias de pão de ló. Deixe a repousar.

Quando o sol começar a irromper pelo negrume do céu, vá dar um passeio pelo bairro, do qual deve resultar a obtenção de pelo menos cinco caracoletas bem providas de gosma.
Leve-as para a cozinha, humedeça a banca de mármore e ponha-as aí. Ao sentirem o molhadinho, estes asquerosos bicharocos vão pôr as trombas de fora e largarão 1cl de baba cada um.

Recolha esta substância viscosa com uma espátula e barre-a sobre as fatias de pão, previamente ensopadas no leitinho. Dê-lhes agora com o secador do cabelo, 5 minutos em cada uma. Por essa altura já deverão estar bem sequinhas e crocantes.

Chega agora o encargo fulcral deste prato:

Se o caro leitor teve uma infância digna desse nome, terá com certeza conhecimento da velha teoria de que ao colocar um cigarro aceso na boca de um sapo, este traga consecutivamente o fumo até im(ex?)plodir.

Se já o fez, boa. É cá dos meus.
Se repudia tal coisa, não perca mais tempo a ler as receitas do Chefe Fred. Não quero cá meninos.
Se é daqueles que acha que essa teoria não passa de um mito rural, refuto-lhe com esta: Também era considerado mito que os cavalos sabem ler, e no entanto aqui está você a ler esta receita.

Por isso, deixe-se mas é de merdas e vá para junto de um charco com um pacote de cigarros no bolso.

Capture 3 sapos usando a velha técnica de engate sexual: deite-se de barriga para baixo com as pernas bem abertas e arqueadas, simulando assim uma rã sedenta de festa. Os sapos até andarão à porrada para ver quem chega primeiro.

Acenda dois cigarros por cada sapo e espete-os no bucho do bicho. Agora é esperar uns minutos. Garanto-lhe que vão ex(im?)plodir bem antes de os cigarros chegarem ao filtro.

Recolha minuciosamente os restos mortais e regresse ao domicílio.

Disponha 3 a 4 nacos de carne do sapo por fatia de pão de ló, polvilhe com farinha para bolos e pincele-as ligeiramente com tabasco. Leve a gratinar 10 minutos no aquecedor a óleo.

Coma bem quente, acompanhado de um sumo natural de mirtilo e tenha um bom dia de trabalho!



6 comentários:

P_o_R_k_Y disse...

Saudações, chefe Fred!

Gostaria de começar por felicitá-lo por se ter rendido às novas tecnologias e partilhar as suas soberbas receitas com os demais cibernautas. Aproveito para lhe dizer que ficou muito bem no retrato! Mal se nota a sua deficiência, tão perceptível ao vivo...

Segui à risca as suas indicações mas confesso que surgiram alguns contratempos na confecção deste prato, que passo a descrever por ordem cronológica:

I) Não encontrando na sua receita o número de comensais recomendado para tais doses, pus todas as senhoras de nacionalidade brasileira que passaram comigo a noite fora de casa às 4:23 da manhã a fim de me deliciar em paz;

II) Nenhuma das minhas vizinhas estava no estábulo, pelo que tive de ordenhar a minha avó, cujo leite considero materno e confesso que tive alguma relutância em digeri-lo, mesmo que gratinado;

III) Para ser seu heroi, não podia ter levado três coices, é isso? Era aos três, ou até aos três? Talvez seja seu heroi, houve um pontapé que foi mais de raspão e não sei ao certo quais são os parâmetros;

IV) Obtive no total de gosma 7,6cl ao invés dos 5 esperados, creio que uma das caracoletas, (apesar de hermafroditas), estava naquela fase do mês... Podendo igualmente ser sémen... A questão é: até que ponto pode ter adulterado o divino sabor da receita original?;

V) O raio dos sapos não fumam Lucky Strike... Esquisitóides!

VI) Na sua receita não especificou qual era a cor do molho tabasco se o verde (habitual nas pizas) ou o encarnado (mais picante), pelo que eu entrei em pânico e acabei por despejar dois frascos de cada. Talvez por essa razão tenha ficado aquele ligeiro sabor apimentado;

VII) No final da receita prospera aos seus leitores um bom dia de trabalho, pois eu cheguei 10 minutos atrasado nesse dia porque a meio da receita tive de me deslocar ao quiosque mais próximo a fim de comprar um maço de SG Gigante!

Grato pela sua atenção, despeço-me com um cordial abraço,

P_o_R_k_Y

PS.: É do conhecimento geral que o sô Chefe prepara belos pospastos, portanto aqui fica a questão:
Para quando a publicação de receitas de tão esperadas sobremesas?

fredrich disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fredrich disse...

Caro P_o_R_k_Y,

Gostaria de, antes que tudo, agradecer o seu interesse, que reconheço ser de alguém conhecedor do mundo da culinária.

Passando a responder às suas questões ponto por ponto, aqui ficam as minhas considerações:

I) As receitas que normalmente aqui partilho são de dose individual, podendo obviamente haver exepções; Mas também não acabará o Mundo se der uma ou outra porção do preparado a uma das suas amigas sambeiras.

II) Leite da sua avó?? Meu Deus...mais depressa usaria esperma de bode.

III) Três inlusivé; se só levou três, parabéns. É meu herói.

IV) Toda a gosma proveniente da caracoleta é um trunfo. E obter 7,6 cl ao invés dos 5 é um excelente registo, e assim sendo, uma vez mais, os meus parabéns.

V) Os meus sapos até barbas de milho fumam. O charco onde foi era em Cascais?

VI)Existe tabasco verde? Deve ser para maricas. Para meio entendedor boa palavra basta, certo?

VII) Eu já cheguei a gravar um programa para a TV Papinha com meia hora de atraso porque não me lembrava como se metia uma 2a no carro. Chegar 10 minutos atrasado não é drama algum.

Em relação aos pospastos, antes de mais, devo acrescentar que desconhecia tal vocábulo. Isso soa a comida para dar a gado.
Mas sobremesas, essas terá brevemente à sua disposição aqui.

Palavra de Chefe!

Muito obrigado pela atenção,

Cumprimentos gentis,

o Chefe Fred

rodrigo disse...

Caro Chefe Fred.

Estou a ter algumas dificudades para preparar este petisco.

Mais precisamente na captura dos sapos. Passei toda a tarde de ontem deitado de barriga pra baixo e de pernas bem arquedas ao lado de um charco, e nao se aproximou nem um sapo.

Será um problema de posiçao? do angulo de arqueamento das pernas?

Sera culpa do cambio climatico?

Sera que os sapos da minha zona nao me acham atraente?

Agradereceria se me desse algumas dicas de como capturar sapos com sucesso.

Entretanto com este imprevisto fiquei com o leite e a baba de caracol a azedar na cozinha. Quantos dias pode aguentar? Confesso que começa a cheirar um pouco mal.

Terei de recomeçar de novo?

Espero ansiosamente uma resposta, vou guardar o leite e a nhanha de caracol por mais alguns dias...

Rodrigo

fredrich disse...

Caro Rodrigo,

No que diz respeito à captura do sapo, é bastante possível que o meu amigo não possua de facto o appeal suficiente para seduzir um sapo. Sugiro-lhe que se depile e que use um fio dental vermelho por baixo de um curtíssimo vestido de cetim. Aí eles vão chegar, nem que você fosse mais feio que o Quazimodo.

Em relação ao leite e às gosmas, esqueça. A gosma deve ser consumida no prazo de 12 horas, porque a partir daí torna-se perigosa para os rins, devido ao alto teor de gorduras saturadas.

Assim sendo, terá que repetir todos os passos.

E pense...pense muito bem na sua vidinha. Se nem um sapo o quer pinar, é capaz de haver qualquer coisa de errado na sua fisionomia.

Um abraço cordial,

O Chefe Fred.

rodrigo disse...

Chefe Fred.

Obrigado pelas dicas, venho mesmo agora do mato com uma mochila cheia de sapos.